domingo, 22 de novembro de 2015

Ah... Quando uma flor  se apaixona
E só fica  no jardineiro  a pensar...
Passa o tempo,  a paixão aumenta...
  O coração, fica com vontade de chorar
Por não poder, o jardineiro amar
Breca -se  os sonhos, e guarda  no baú
Junto com essa alucinante paixão
Fica quietinha, de longe observando 
O jardineiro que não é seu
Porque já tem um jardim
Para cuidar.
 

Ana Lima.