sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Entre sonhos e esperanças
Viajei na fantasia das palavras
Fiz delas, minha rotina, minha sina
E sonhei... Com teus lindos versos

Cheguei a pensar, que fora escritos para mim
Que tola eu fui... quem me dera, sei que tu escrevia
Era para a lua  bela, e  todas as outras janelas

Andei por fora, para ver se esquecia
O que havia por dentro, ah esse sentimento
Chamado paixão, faz a gente sair de órbita
Fugir da realidade, viver de  ilusão.

Ana Lima.